Mallu Magalhães – Vem

Compartilhe o MB!

Mallu Magalhães, começou sua carreira aos 15 anos, depois de ter viralizado na rede social MySpace, e com o lançamento do seu primeiro e homônimo álbum. De lá pra cá muita coisa mudou. Com quase uma década de carreira, a cantora de apenas 24 anos acumula muita experiência, seja na carreira solo, ou em projetos paralelos. E nesta sexta-feira (9) lança o seu quarto disco intitulado Vem, pela gravadora Sony Music, após um hiato de seis anos em sua carreira solo. Marcelo Camelo, marido de Mallu assina a produção, a direção musical e parte dos arranjos das 12 faixas que compõem o trabalho. Já as composições, e os arranjos de violão e piano, ficaram por conta da cantora.
Em relação à interpretação e composição, o novo trabalho é bem mais ousado do que os antecessores. Além disso, a voz da cantora paulista, amadureceu durante esse período. Com timbres afinados acompanhados por uma sonoridade solar inspiradas pela Bossa Nova e o Samba, Vem tem alma brasileira se tornando um dos melhores álbuns da Música Popular Brasileira.

Leia Também:  Plutão Já Foi Planeta - A Última Palavra Feche a Porta

Faixa a Faixa
clique em  “+” para ver mais

Você Não Presta
Primeiro single oficial do disco. Com um samba enérgico, nos primeiros versos, Mallu faz um convite aos ouvintes.

Culpa do Amor
A canção foi pensada e escrita inicialmente para o álbum da intérprete Gal Costa, mas Mallu acabou gravando.

Casa Pronta
Single para divulgar a turnê de voz e violão, Saudade. A canção foi escrita em homenagem à Luisa, filha de 2 anos da cantora.

Vai e Vem
Como o próprio título sugere, a canção retrata como a vida se renova constantemente.

Será Que Um Dia
Com a melodia que remete ao rock dos anos 60, Mallu fala em sua composição de uma mulher apaixonada, tentando convencer seu amado a ficar.

Pelo Telefone
Com um samba mais denso, a canção retrata o distanciamento físico da cantora.

Navegador
A canção mais romântica do álbum, é também carregada de nostalgia e melancolia.

Guanabara
A leveza em retratar uma tarde solar e a melancolia de esperar por alguém.

Gigi
Canção simples e singela, foi escrita em homenagem à mãe de Mallu.

Love You
Única canção em inglês, trás um folk que remete a Mallu de 2008, mas destoa do resto do álbum.

Linha Verde
O disco se encerra com uma canção mais intimista mas, conclui com êxito o conceito do disco.

 

Deixe seu comentário!
Vem
4.9

Compartilhe o MB!

shares
Inline
Inline